Categoria: MondoLivro CBN

As iniciativas de leitura que tornam Belo Horizonte a capital que mais lê no País

Dando sequência ao Mondolivro de ontem, falo sobre as iniciativas de leitura que tornam Belo Horizonte a capital que mais se lê no País, segundo pesquisa do IBOPE. A Academia Mineira de Letras, em parceria com o Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, promove o Ciclo de Conferências Sobre a História da Mídia em…

Leia mais As iniciativas de leitura que tornam Belo Horizonte a capital que mais lê no País

“Oceanos”, um lindo nome para um prêmio transatlântico. No manche, o Itaú Cultural

Oswaldo França Júnior cansou de falar sobre a importância do Prêmio Walmap, que ele ganhou em 1967, com seu primeiro livro, “O Viúvo”. Para quem não sabe, o prêmio Walmap foi, durante mais de uma década, o mais importante concurso brasileiro. Criado pelo banqueiro José Luiz de Magalhães Lins, foi lançado pelo escritor Antonio Olinto…

Leia mais “Oceanos”, um lindo nome para um prêmio transatlântico. No manche, o Itaú Cultural

Por onde anda Lucas Figueiredo?

Onde estará o jornalista, hoje mais escritor que jornalista, Lucas Figueiredo? Eu o via, sempre, ali na Avenida Bandeirantes, buscando os seus filhos na escola. Vou puxar pela memória, como dizia Hélio Pellegrino. Mineiro de Belo Horizonte, Lucas recebeu três Prêmios Esso, dois Vladimir Herzog e um Jabuti, entre outros. É autor dos livros-reportagem “Morcegos…

Leia mais Por onde anda Lucas Figueiredo?

Fernando Pessoa explica seus heterônimos. Um deles morava no Brasil

Fernando Pessoa teve, segundo o seu biógrafo brasileiro, José Paulo Cavalcanti Filho, autor de “Fernando Pessoa, uma Quase Autobiografia”, mais de 127 heterônimos. Ele morreu em novembro de 1935, aos 47 anos. Em janeiro deste mesmo ano, escreve uma longa carta ao crítico Adolfo Casais Monteiro que, por sinal, mudou-se para o Brasil onde viveu…

Leia mais Fernando Pessoa explica seus heterônimos. Um deles morava no Brasil