“Melhor ser otimista em pânico”, como dizia Wander Piroli

Conversa boa semana passada com o Carlos Nagib, diretor do Centro Cultural Banco do Brasil de BH, na estreia do espetáculo “A Hora Amarela”. Na mesa, mas em pé mesmo, postas dúvidas sobre os motivos da queda de público nos eventos culturais deste ano. Falta de grana? Pode ser. Mas não explica. Casas modestas com entrada franca, também. Mesmo os com ingressos subsidiados, audiência em queda. Baixo astral com a política? Pode ser. Mas não é suficiente.

Read More

Anúncios