Criança pode crescer sem ler livros de literatura?

Enquanto a cultura brasileira gasta todo o seu tempo na oposição ao discurso de ódio da milícia do MBL, os estudantes brasileiros do ensino básico estão sem receber livros de literatura do Governo Federal há… QUATRO ANOS. O que pensar disso? Não existe, no mundo, uma máxima que o ensino básico é o pilar de um País? E aí? Aqui, o Mondolivro com Afonso Borges. Para ouvir, tecle AQUI.

Abaixo, duas matérias fundamentais para serem lidas, sobre o assunto:

Folha de SP

O Globo 

A.

Anúncios

Os 50 anos do Maio de 68, Zuenir e sua atualidade

Afonso Borges coloca na pauta um dos mais importantes acontecimentos do século XX que, em 2018 vai emplacar 50 anos: o Maio de 68. E destaca o livro “68, o Ano que Não Terminou”, de Zuenir Ventura. E mais: virá junto com as eleições. Será que é hora dos ideais libertários voltarem à tona? Ou “A Imaginação no Poder” não vem a calhar?? Ouçam o comentário de Afonso Borges, na Rádio Band News Belo Horizonte. Só teclar AQUI.

 

Quer saber mais?? Acesso o Memorial da Democracia, teclando AQUI. 

 

Biografia de Belchior e uma nova livraria: a Quixote-Do

Tempo de festa: lançamento da biografia de Belchior, dia 29/09, sexta-feira, na Cemig e, depois, no Distrital, o Bloco “Volta Belchior” ataca, para homenagear o biógrafo Jotabê Medeiros. Enquanto isso, hoje, sexta-feira, boa notícia: a inauguração de uma nova livraria, a Quixote-Do, no Jardim Canadá, dentro do Mercado Grano, em um dos lugares mais charmosos da região, criado por Leo Mendes. Às 20h, na Rua Niágara, 320.

 

 

Paula Pimenta, a escritora-educadora

Paula Pimenta, com os milhares de livros vendidos, dirigidos a uma faixa etária que necessita de incentivo à leitura – os adolescentes – faz mais que o papel de escritora. Com seus calhamaços de 500 páginas, ela educa. Ouçam Afonso Borges no comentário sobre a trajetória da autora de “Minha Vida Fora de Série”, que autografou, apenas na pré-venda, 4.000 livros. Só teclar AQUI.

Hora de participar do “Setembro Amarelo”, que coloca o suicídio na pauta do dia.

O mundo participa do “Setembro Amarelo”. São ações de comunicação comunitária que colocam na pauta do dia a difícil questão do suicídio. No Brasil, André Trigueiro escreveu “Viver é a Melhor Opção” e Vitor Hugo Brandalise, “O Último Abraço”. Ouçam Afonso Borges, na Radio BandNews Belo Horizonte. É só teclar AQUI. 

 

Leia. Seja – a nova campanha de incentivo à leitura

Amigos, os anos passam e já vi campanhas e campanhas de incentivo à leitura serem veiculadas. A mais recente é a do Itaú e teve excelente repercussão. Agora o SNEL – Sindicato Nacional dos Editores de Livros – presidido pelo bom Marcos Pereira, que traz da Editora Sextante a sua experiência de 35 anos em livros. Vale lembrar que que ele tem só 54 anos e é filho do inesquecível Geraldo Jordão Pereira.

Lançou na Bienal do Livro do Rio de Janeiro a excelente campanha institucional “Leia. Seja”, criada pela WMcCann, de Washington Olivetto, um amigo dos livros desde muito. Foi um dos primeiros convidados do Sempre um Papo e traz consigo uma bagagem literária imensa, incorporada em sua vida e prestígio. Ouçam aqui a minha coluna “Mondolivro” na Rádio BandNews Belo Horizonte. Só teclar AQUI.

E no Facebook algumas imagens e vídeos. Colaborem, divulguem. É por aí que vamos mudar o mundo: com a leitura.