A “Literatura de Hotel” e o incentivo à leitura

Há cerca de 15 anos, hospedo todos os convidados e convidadas do Sempre Um Papo no Mercure Belo Horizonte Lourdes. Por conhecerem a cortesia, profissionalismo e qualidade do Hotel, os escritores nem perguntam mais onde vão ficar. Sabem que é no Mercure e ali serão bem tratados. Ali se hospedaram José Saramago, Leonardo Boff, Frei Betto, Lya Luft, Nelson Motta, Ruy Castro, Heloisa Seixas e tantos outros.
É por vocação, o hotel mais literário de Belo Horizonte.

Surgiu então a ideia, ao lado do gestor Rodrigo Mangerotti, de fazer um andar literário, com livros nos corredores e bibliotecas nos quartos, tudo à disposição dos hóspedes. Vamos elaborar com cuidado o projeto e para marcar o seu início, vamos fazer a exposição “Quartos de Escrita – Retratos de Escritores nos Hotéis”, de Daniel Mordzinski. São cerca de 70 fotografias com alguns dos mais importantes escritores do mundo e do Brasil.

Nasce, assim, em Belo Horizonte, mais um grande projeto de incentivo à leitura, o “Literatura de Hotel”. E Frei Betto foi o primeiro a doar um exemplar do seu livro “O Budista e o Cristão: um diálogo Pertinente”. Na foto, uma inspiração: o “The Literary Man”, de Óbidos, em Portugal. Uma biblioteca no meio de um hotel. Em breve, mais notícias. Afonso Borges

Uncategorized

MondoLivro Visualizar tudo →

Literatura em Todos os Sentidos, por Afonso Borges

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: