MEC sugere a não-obrigatoriedade de autores portugueses no currículo escolar. O que você acha?

 

O Ministério da Educação do Brasil (MEC) pretende acabar com a obrigatoriedade do estudo da literatura portuguesa na nova Base Nacional Curricular Comum (BNCC). Em estudo no Congresso Nacional, a proposta ainda está em aberto. Mas Afonso Borges apimenta a polêmica: porque livros de autores portugueses devem ser obrigatórios e nem os brasileiros o são? E porque não os africanos? Ouça o comentário de Afonso Borges clicando na barra abaixo:

Rodapé_MondoLivro - Boletim literário na Rádio CBN
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s