Mary del Priore e seu novo livro, uma ficção histórica!

Alô, admiradores de Mary del Priore, novidades no pedaço. Mary é especial por vários motivos. Primeiro, por ser quem é: a morada da gentileza intelectual e humana. É incrível como ela trata as pessoas, como as ouve, com as respeita. Segundo, a sua obra, que já está batendo nos 40 livros. A sua contribuição neste gênero novo, que faz história com textos palatáveis, ou jornalismo com texto histórico, conseguiu fazer com que os leitores se apaixonassem pela história brasileira – que ainda tem muito para ser contada.

Outra coisa, Mary tem um defeito de fábrica: ela não se contenta com a pesquisa em bibliotecas brasileiras. Aonde ela souber que tem um documento que possa ser consultado, no mundo, sobre aquele assunto, ela vai. E como fala e lê várias línguas, aí mora a diferença. Seus livros trazem sempre uma novidade, uma nova abordagem, uma revelação.

Foi assim em “O Príncipe Maldito”, a história de D. Pedro Augusto, filho da Princesa Leopoldina, irmã da Princesa Isabel que, pela linha sucessória, deveria se chamar D. Pedro III. Foi assim com “Condessa de Barral”, onde descobrimos tudo sobre a tórrida e proibida paixão de D. Pedro II e Luísa Margarida Portugal e Barros, a Condessa de Barral. Um amor que durou 30 anos, até a morte do Imperador. Foi assim também em “Castelo de Papel”, onde o romance entre a Princesa Isabel e o Conde D’Eu revela as articulações para a derrocada do Império e a abolição da escravatura.

Mas eu tenho que parar de falar dos quarenta livro de Mary del Priore porque esta edição do Mondolivro traz uma notícia quentinha: finalmente, Mary del Priore sai do ensaio, e escreve uma história ficcional. E uma história SENSACIONAL! Vou aqui reproduzir o divertido email que ela me passou agora:

Querido, trata-se de meu primeiro romance histórico e que santo Agripa me proteja! (Ela é apaixonada pelo texto e obra do nosso Agripa de Vasconcelos) a história é verídica: neta do barão de Pirai se casa com conde russo caça-dotes que se apaixona pela mucama. Um triangulo de mestiçagem e paixões inclusive muito dinheiro!! Cenários: vale do Paraíba, São Petersburgo, Rio imperial e Paris do século XIX. Gostei muito de escrever e sai pela Planeta. Acho que chega às livrarias em agosto. Mary del Priore.

Gostaram? Ah, atenção… o nosso Nelson Cruz ganhou, com “O Livro do Acaso” um dos mais importantes prêmios. Fiquem atentos.

Rodapé_MondoLivro - Boletim literário na Rádio CBN

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s